Tempo, amor e paz

04 de Agosto de 2011 Edson veloso Juvenil 721

Acreditei haver um motivo pelo qual valesse a pena viver, acreditei no ato de nascer. No desenrolar da vida, se mostrou mais distante, mais irreal. Só provou teses, confirmou teorias. Parecia não haver mais a razão de sempre, acreditei realmente que houve um fim em algo que mal teve o seu começo, porém surgi sentimentos novos, inexplicáveis, que muda tudo e começa escrever algo novo de forma diferente.
Percebemos que o melhor motivo pra viver, é estar vivo. Para expressar algo que não sabemos expressar. Entender coisas que nunca entendemos, dizer coisas que não tivemos tempo de dizer, mostrar, ensinar, amar. Tempo! Mesmo quando não há nada a ser feito. Amor! Mesmo quando não há ninguém pra ser amado. Paz! Mesmo quando o mundo corre na direção contrária.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Amor de Primavera há menos de 1 hora

Morena, quando tu flores, o verbo em ti, primavera, seguirá o caminho do...
a_j_cardiais Poesias 31


CICATRIZES há 5 horas

CICATRIZES Não se vive essa vida impunemente... Todo mundo, mais dia m...
ricardoc Sonetos 4


" Amar é" há 16 horas

Amar e como voar, no mais azul dos céus. É sentir a sensaçao de estar n...
joaodasneves Poesias 9


PAU DE FITAS há 20 horas

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 8


Falta de Amor ao Próximo há 1 dia

A razão de viver é amar... Mas a maioria das pessoas vive o amor ao din...
a_j_cardiais Poesias 45


Amor a Deus x Amor ao Mundo há 1 dia

Nos dias do autor não havia automóveis como os luxuosos que existem em no...
kuryos Artigos 8