O problema é que tudo o que envolve você me machuca e eu já não quero mais me machucar. Eu te beirava com a intenção de ser feliz, mas para ser feliz eu preciso me afastar. Apresentei-me essa condição, mas não havia a aceitado como meio. Eu ainda, às vezes, penso em nós, mas não existe mais o sentimento, é que ficou algo tão real, não perfeito, mas feito em partes de um jeito que eu pude enxergar por um determinado ângulo,- talvez com os olhos serrados- algo que eu sempre sonhei. Algo em que eu penso e vejo como um desperdício por estar sendo esquecido, mas desperdício maior é deixar todos os meus planos e sonhos que eu havia construído antes dessa história, serem esquecidos. Como se os planos e sonhos de outro alguém fossem maiores que os meus.