Lembranças frias

04 de Junho de 2014 Edson veloso Juvenil 433

Aquela velha história ia passando diante dos meus olhos, e não cabia em mim a infelicidade dessa condição. Eu não queria que ela se perpetuasse por nem mais um segundo, mas não significava que não sentiria sua falta. Às vezes, só às vezes, sentimos falta até do que nos machuca, é uma questão de costume, talvez seja até uma questão de não ter nada melhor a se agarrar. À medida que minha inércia se mantinha e aquela história ia se turvando em um monte de lembranças frias, eu notava minha posição; não queria voltar, mas já era tarde demais pra não seguir em frente. 

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
ETERNAL (rondó) há 1 hora

ETERNAL (rondó) Não o poeta, sim a poesia Em cada verso haveria- De ...
ricardoc Poesias 5


Sintomático há 7 horas

Divagando pela favela, penso nela olhando a aquarela do sol se pondo. ...
a_j_cardiais Sonetos 26


"Minha humilde casinha" há 2 dias

Tenho na minha casa Quatro cadeiras e um colchão Uma mesa, e roupas pelo...
joaodasneves Poesias 18


Se Poema For Oração há 2 dias

Senhor, este poeta perdido vem Vos fazer um pedido: dai-me Vossa paz. ...
a_j_cardiais Poesias 66


"Bailei com a solidão" há 2 dias

"Bailei com a solidão" A beira do mar espero a Solidão E escuto ja o ...
joaodasneves Acrósticos 16


Perseverar Até o Fim – Parte 1 há 2 dias

Por Charles H. Spurgeon (1834-1892) Traduzido, Adaptado e Editado por Si...
kuryos Artigos 31