Quando o amor havia sido criado, junto, quase que sem querer, surgiu a saudade, que era – por consequências ou necessidades - estar longe de quem que com o amor, aprendemos a amar. E então foi criado o reencontro e com ele o abraço, que é se livrar em pequenas doses da saudade de outrora. Os braços ao redor de alguém, bem apertado, dizendo sem palavras; - Nunca mais me deixe. Sentir o seu cheiro, sentir o calor da sua respiração e ter a certeza, que aquele seria o momento certo para o tempo parar.