Tonico era um bom rapaz
Que brincava com seu violão
Cantava com coração

Vendeu o seu carro velho
Comprou um berço para o seu filho
apesar de ser estéril
precisava fazer aquilo

Sorriu ao pegá-lo em seu colo
Trocou suas fraldas pesadas
Criou o Juninho sozinho
Pois sua mãe fugiu pela estrada

Cresceu, disse que virou homem
Juninho, Juninho, Juninho
Escuta teu pai e obedece
Para não se perder no caminho

Fazer como ele fez no passado
E agora está sozinho
É você que ele tem de família
É você quem lhe da carinho
É você que lembra sua mãe
Que prometeu um dia voltar

Juninho, Juninho,Juninho
Não deixa,não deixa
Não deixa, Juninho
Teu pai sozinho
Não deixa, não deixa