Nossos fracassos não são para que passemos uma condenação em  nós  mesmos  e muitos menos nos outros, mas são uma chamada de Deus para orarmos. Não temos orado o tanto quanto deveríamos, e por isso os problemas se  multiplicam  ao nosso redor, e parece até mesmo muitas vezes que Deus nos abandonou  ou que se esqueceu de nós, quando na verdade, somos nós que temos nos esquecido  de Deus, de irmos continuamente a Ele em oração. Por  isso  Ele  permite estas coisas para que voltemos a clamar a Ele por socorro.Não é fácil prevalecer com Deus em oração quando as coisas  se  tornam cada vez mais difíceis. Quando vemos que aqueles que deveriam dar bom testemunho de Cristo, se tornam ao contrário, motivo de escândalo para a Igreja e  para o mundo. Mas é preciso fortalecer-se na graça do Senhor, revestir-se de toda a longanimidade, conforme nos ordena a Palavra, e nos entregarmos a uma intensa vida de oração para que o poder seja derramado, lá do alto sobre  nós.Se isto não ocorrer, muito do nosso esforço e trabalho será em vão.