A DIFERENÇA ENTRE CAMINHAR ATRAVÉS DE VISTA, E CAMINHAR POR FÉ

Por John Wesley (adaptado)

"Porque caminhamos por fé, e não através de vista". (2 cor 5:7)

Você é um cristão em Jesus Cristo? Você está se sentindo infeliz porque não tem dinheiro o bastante para comprar tudo o que gostaria de ter? Parece-me que você está equivocado quanto ao sentido da vida, porque o dinheiro somente pode comprar coisas visíveis, e o cristão é chamado a buscar não o que é visível, mas o que é invisível e que não se pode comprar com dinheiro. Bondade, amor, fé, paz, alegria, perdão e outras realidades espirituais invisíveis como estas; podem ser adquiridas pelo dinheiro? E sem estas coisas, há algum verdadeiro sentido na vida? Isto sem falar que estas coisas são eternas, e as visíveis são passageiras, e estarão na sua posse somente enquanto viver neste mundo.

“Não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas. (II Cor 4.18)

1. A breve declaração do apóstolo de que os cristãos andam por fé e não por vista, resume e abrange completamente a experiência de todos aqueles que são verdadeiramente filhos de Abraão, porque viverão como imitadores da fé daquele que foi designado como pai deles, por causa da fé que tivera.

2. Todos os verdadeiros cristãos, e somente estes podem dizer: “Nós caminhamos por fé, e não através de visão." Mas, antes que nós possamos caminhar por fé, temos que viver por fé, e não através de vista. E a todos os cristãos nosso Senhor disse: “Porque eu vivo, vocês também viverão”. Esta vida aqui referida é a vida do céu, a vida repleta de um novo senso espiritual pelo qual somos exercitados a discernir, entre bem e mal espiritual.

3. Através do sentido da visão nós tomamos conhecimento do mundo visível, da superfície da terra, até a região das estrelas. Mas, o que é o mundo visível para nós, senão um ponto na criação, comparado com todo o universo?

4. Todos nossos sentidos externos, são adaptados evidentemente para este mundo externo, visível. Eles são projetados para nos servir durante nossa curta estada aqui, enquanto habitamos nestas moradas de barro. Eles não têm nada a ver com o mundo invisível; não são adaptados para isto, não podem ter nenhum conhecimento do eterno, que pertence ao mundo invisível; embora estejamos completamente assegurados da sua existência, a partir de observação de qualquer coisa do mundo visível, conforme se afirma em Rom 1.20.
“Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis;” (Rom 1.20).

5. Mas, se podemos depreender a existência deste mundo invisível, no entanto não podemos discerni-lo nem compreendê-lo com nossos sentidos, nem com aquele que é o de maior alcance para nos colocar em contato com as coisas visíveis, que é a visão.

6. Mas não há nenhuma ajuda? Temos que permanecer em trevas totais quanto ao que é relativo ao invisível e ao mundo eterno? Nós não podemos afirmar isto porque como vimos antes, há rastros apontando para este mundo invisível, pelo que se pode ver do poder de Deus na criação.

7. Mas todos estes rastros de luz reunidos, não podem ajudar a produzir senão um lânguido crepúsculo quanto à compreensão do que é invisível. E desta forma, Deus coloca um juízo sobre todos os homens que se julgam sábios, deixando-lhes vedados os segredos daquele mundo que há de permanecer para sempre, de maneira que nenhum deles venha a se gloriar na sua própria sabedoria e conhecimento, porque esta se refere somente às coisas passageiras, e não daquelas coisas eternas que poderão ser conhecidas somente por revelação divina.

8. Então, para Sua exclusiva glória, Deus designou a fé como o meio de se poder compreender e experimentar estas realidades espirituais, celestiais e divinas, que são eternas. Foi por meio da fé, que até mesmo aqueles, que viveram antes de Cristo ter se manifestado na carne, puderam andar como vendo o que é invisível.

“Pela fé deixou o Egito, não temendo a ira do rei; porque ficou firme, como vendo o invisível.” (Hb 11.27).

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Veja tudo sobre as Escrituras do Velho Testamento no seguinte link:
http://livrosbiblia.blogspot.com.br/

Veja tudo sobre as Escrituras do Novo Testamento no seguinte link:
http://livrono.blogspot.com.br/

A Igreja tem testemunhado a redenção de Cristo juntamente com o Espírito Santo nestes 2.000 anos de Cristianismo.
Veja várias mensagens sobre este testemunho nos seguintes links:
http://retornoevangelho.blogspot.com.br/
http://poesiasdoevangelho.blogspot.com.br/

A Bíblia também revela as condições do tempo do fim quando Cristo inaugurará o Seu reino eterno de justiça ao retornar à Terra. Com isto se dará cumprimento ao propósito final relativo à nossa redenção.
Veja a apresentação destas condições no seguinte link:
http://aguardandovj.blogspot.com.br/