Quando a presença de Cristo é perdida, pelos sinais visíveis de falta de paz no espírito, devemos nos esforçar com todo empenho para encontrá-lo, porque é nisto que está a cura da nossa angústia.
É preciso crer na sua bondade, graça e misericórdia, e manter o coração firme na fé, ainda que debaixo da fraqueza produzida pelo pecado, porque disto depende a nossa cura.

Este esforço para curar as feridas da alma deve ser empreendido, senão elas se ampliarão até a morte espiritual.

Os ferimentos do pecado devem ser tratados pelo Médico divino, mas Ele não operará se não for procurado.

E esta procura é espiritual em oração e entrega do espírito ao Senhor.