Que bela lição que Jesus nos ensinou de descanso e tranquilidade dos lírios!
"Olhai para os lírios do campo", diz ele, "como eles crescem: não trabalham, nem fiam."
Ele está tentando nos ensinar como podemos ser livres, livres de todas as preocupações terrenas e ansiedades.
O lírio não luta, não tem ansiedades sobre seu futuro, mas ele cresce. Ele cresce para ser bonito.
Nem Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como um deles. Deus pinta a flor com mais beleza do que as vestes dos reis.
Se queres ser bonito, tu deves descansar no Senhor. Basta um pouco de esforço, e você estragará tudo.
Cristo quer se revelar através de você. Ele fará brilhar a beleza da sua própria Pessoa gloriosa em sua alma, se você ficar quieto. Não tenha ansiedades sobre as coisas que dizem respeito a esta vida, e Jesus irá vesti-lo com as belezas do céu. O caráter, como o passar dos anos, é revelado na face. O rosto do avarento mostra a condição miserável de seu coração. Jesus irá carimbar sua própria imagem sobre a alma se a alma se mantiver em silêncio, e esta imagem irá se destacar na beleza do rosto e da vida exterior.
Por esta lição dos lírios Jesus não quis ensinar que não devemos orar. Certa vez, ele disse: "Os homens devem orar sempre". Devemos orar muito. Se não orarmos, Satanás nos colocará em trabalhos e nos cirandará.
Manter-se perto de Jesus com uma fé forte e firme confiança é a única maneira de descansar, e não podemos fazer isso sem muita oração. "Cesse tua labuta e cuidado." Aprenda uma lição dos lírios. Descanse no Senhor, e ele irá torná-lo um objeto de beleza cristã que vai abençoar o mundo. Mesmo depois de você chegar muito longe, esta repousante, paciente vida lançará seus raios de luz e beleza para trás e afugentará as sombras da vida de outros.

O dia se foi, o crepúsculo desceu,
há silêncio em toda parte,
eu procuro um lugar solitário,
e humildemente me prostro em oração.
Eu faço o balanço do dia -
a alegria, a tristeza, o cuidado;
eu não guardo uma coisa secreta,
mas digo tudo em oração.
O meu coração, está leve e livre,
Não carregue nenhum fardo,
em tudo sejam os teus pedidos
ditos a Deus em oração.
Sim, tudo; eu digo tudo a Cristo
Na penumbra da noite:
De alguma forma,
meu coração fica muito mais leve
desde que tudo é dito para Ele.
Eu coloco minha vida a seus pés -
Ó Jesus, eu sou teu!
Vou caminhar o caminho da vida contigo,
a Tua vontade, ó Cristo, é a minha.
E agora eu me deito para dormir
Enquanto as sombras se acumulam e caem,
Doce, na verdade, meu descanso será,
Uma vez que Jesus tudo sabe.

Extraído do livro como viver uma vida santa, de James Orr – traduzido pelo Pr Silvio Dutra