Sem mim

11 de Agosto de 2011 AmandaBomfim Mensagens 667

Fatos que nunca aconteceram, sonhos que nunca tive, e até mesmo vontades que não conheço me perturbam. Triste e só, me escondo em lágrimas nessa noite fria.
A chuva me acompanha, a iluminação fraca não me deixa ver muita coisa. Não é inverno, mas ninguém sai mais, não ouço mais latidos, risos, gritos… Nada, ouço apenas o silêncio do meu vazio, sinto apenas minha respiração.
A época de festas está chegando, e, com ela, mais tristeza e saudade. Saudade de como eu era, de como eu vivia… Saudade, na verdade, de viver. Há muito tempo já não sei porque viver. Sem propósitos nem objetivos, vivo como se só esperasse a morte. E a espero, espero já sem medo.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
"Minha humilde casinha" há 19 horas

Tenho na minha casa Quatro cadeiras e um colchão Uma mesa, e roupas pelo...
joaodasneves Poesias 14


Se Poema For Oração há 1 dia

Senhor, este poeta perdido vem Vos fazer um pedido: dai-me Vossa paz. ...
a_j_cardiais Poesias 45


"Bailei com a solidão" há 1 dia

"Bailei com a solidão" A beira do mar espero a Solidão E escuto ja o ...
joaodasneves Acrósticos 11


Perseverar Até o Fim – Parte 1 há 1 dia

Por Charles H. Spurgeon (1834-1892) Traduzido, Adaptado e Editado por Si...
kuryos Artigos 13


Perseverar Até o Fim – Parte 2 há 1 dia

Por Charles H. Spurgeon (1834-1892) Traduzido, Adaptado e Editado por Si...
kuryos Artigos 9


Separação há 2 dias

Pensei que separação fosse fácil... Que fosse só deixar seu amor, e ...
a_j_cardiais Poesias 40