Mas a vida é assim mesmo. É o improvável da vida que faz com que ela seja tão atraente.
Ela te mostra os caminhos mais perigosos e faz com que você tenha vontade de segui-los. Faz você se apaixonar pelos mais improváveis casos, pelas pessoas mais incertas possíveis e quando tudo dá errado, o máximo que ela faz é se esconder e por a culpa em você.