Você me rouba aos poucos.

29 de Agosto de 2011 GiH Donadel Pensamentos 809

São gestos e atitudes que simplificam os nossos querer, nos deixando mudos, porém, inquietos na alma... Os olhares trocados, revelam o sabor da doce ternura, se deixando render na malícia envolvente de um beijo demorado.
Dois corações, você e eu, dois corpos se tornando um só, com o calor da tua emoção junto da minha, pura paixão solta no ar. Você me rouba aos poucos.
Você diz que gosta, deixa estampado o teu querer, diz que me adora e com isso fico sem palavras, é, ... O silêncio se faz presente e, o que digo é realmente o que sinto e penso.
Por isso torno a repetir: Você está roubando meu coração aos poucos.
04h17min. 16/08/2011

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
PLEONÁSTICO n°2 há 16 horas

PLEONÁSTICO n°2 Encarasse de frente, não soslaio... Talvez, olhos no...
ricardoc Sonetos 4


ANTIFACISTA há 18 horas

ANTIFACISTA De irrestível apelo aquela união De fortes se fazendo 'in...
ricardoc Sonetos 5


A rua me aceita como sou há 21 horas

A rua me aceita como sou (Livro Poesias Reflexivas- Antonio Ferreira) N...
pfantonio Poesias 56


Não seja superficial há 22 horas

Não seja superficial (Antonio Ferreira-Livro Poesias Reflexivas) Olhe ...
pfantonio Poesias 71


"Dia do amor" há 1 dia

Amanhã é o dia reservado ao Amor, E a fragrância das flores confunde-s...
joaodasneves Poesias 13


"Estou triste" há 1 dia

A noite se instala em mim. Lá fora, apenas o silêncio da noite e o teu o...
joaodasneves Poesias 14