Não existem coincidências.
A coisa mais maravilhosa que se tem na vida é o ato de se apaixonar. Na mesma vida que se tem paixão não existem coincidencias e sim destino.
E ncontrar alguém é destino, nada além.
Mas por que as pessoas não acreditam em destino? Seria MEDO?
Aproveite a paixão e o amor.
Dizem que se uma pessoa “atura” a outra durante mais de três anos, o que seria paixão se transformaria em amor. Aí, indaga-se: existe data para se definir paixão? E o amor?
São sentimentos involuntários, impacientes, inquietantes, sem a minima explicação lógica, incoerentes, prazer, solidão, preenchimento...
Tudo se pode no amor e na paixão. Talvez mais no amor do que na paixão. Coisas iguais? Diferentes? Explique!
Afinal, não há amor duas vezes e não se vê coincidências.
_____________________________________________________
www.momentuns.blogspot.com
TODOS OS TEXTOS SÃO MEUS.
Obrigado! ;)