“A paciência não é imediata, não é breve e não é leve. Ser paciente é o resultado de um processo formado por exercícios constantes de reeducação pessoal para o aperfeiçoamento espiritual, emocional, intelectual e moral.
Ela lhe confronta a sair do conforto para ser diferente; melhor do que era e pior do que será, em uma firme consciência de incessante mudança.
A paciência é o mais completo remédio pré-operatório que existe. Ela não te livra do problema, mas atenua o sangramento e lhe indica a cura.”