Eu estou perdida dentro de mim mesma, são tantas perguntas que parecem não ter respostas. Eu já não sei mais o que fazer, não sei mais como agir com você. E tudo isso só porque eu não sei o que estou sentindo, não sei se é amor ou sei lá o que. Só sei que eu tenho um desejo de você á todo momento, desejo de te querer sempre perto de mim, desejo do teu beijo. Eu tento me controlar, tempo fugir disso, mas… Alguma coisa me prende á você de uma forma tão louca. Como esse sentimento é complicado, me acorrenta de uma forma inexplicável. Te transformou numa coisa tão essencial em minha vida, deito-me todas as noites pensando em você, e acordo também pensando em você. É tão surreal isso, nunca fui de me apegar tanto a alguém. Tento conciliar meus pensamentos, minhas obrigações, porém já perdi minha razão, e minha mente não trabalha mais, pois está se mantendo muito ocupada pensando em como te ter junto a mim. Minhas mãos estão a procura das suas, meus braços estão a procura pelo conforto do seu abraço. Sinto teu perfume nos ares, sinto teu olhar penetrar no meu do nada, vejo-te nos lugares ao meu redor, acho que estou ficando maluca, maluca por amor. Maluca por você. Eu já tentei fugir, tentei apagar tudo o que diz respeito a você da minha mente, mas é simplesmente impossível deixar pra trás lembranças de alguém . Todo mundo me diz que o tempo irá ajudar, que daqui a alguns dias nem me lembrarei de você, mas será que é isso mesmo que eu quero? Será mesmo que vai ser melhor se eu fingir que nada aconteceu, que você não passou pela minha vida e bagunçou tudo de uma hora para a outra? Sinceramente, eu acho que não. Talvez o que eu queira mesmo é não lembrar. Sabe, não ficar te vendo em qualquer cara que passar por mim no meio da rua e desejando a tua presença quando eu estiver me sentindo sozinha. Eu só preciso arranjar uma maneira de guardar tudo o que a gente passou em um lugar bem fundo, mas que eu possa acessar sem muito esforço assim que a saudade bater. E o tempo, que como dizem tanto ajuda a esquecer, quem sabe não te faça lembrar de mim. Assim, nem que for um pouquinho, mas o suficiente para te dar o incentivo que falta pra você vir me procurar. Porque eu já não te procuro mais. Foi tentando te encontrar, que eu me perdi ainda mais dentro de mim mesma. Não sei.