Eu quero ser coisa pequena
Para quem dá valor à vida.
Quero ser lágrimas que molham
As almas arrependidas...