Se ao menos permitisses,
A aceitar o que proponho,
Talvez a porta me abrisses,
E eu entrasse no teu sonho...