E sobre o amor...

20 de Setembro de 2012 Jey Leonardo Pensamentos 529

Não quero que me provem que o amor é doce, amargo, salgado ou azedo. Eu quero degustá-lo.
Não desejo que me relatem que o amor traz sofrimento, paz, problemas ou felicidade. Eu desejo vivenciá-lo.
Não interessa se o amor é frustrante, eterno, falho ou promissor. Eu me interesso em desvendá-lo.
Não importa quantas tentativas serão necessárias para que eu finalmente aprenda o que é o amor. O importante é a minha capacidade de regeneração.
Desde então, estou apto a sorrisos, lágrimas, quedas, voos, beijos, dor, sexo e amor, e amor, e amor... E ninguém, absolutamente ninguém, deve tentar mudar isso.


Leia também
PAU DE FITAS há 2 horas

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 4


PAU DE FITAS há 2 horas

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 3


Falta de Amor ao Próximo há 7 horas

A razão de viver é amar... Mas a maioria das pessoas vive o amor ao din...
a_j_cardiais Poesias 29


Amor a Deus x Amor ao Mundo há 8 horas

Nos dias do autor não havia automóveis como os luxuosos que existem em no...
kuryos Artigos 8


A Origem e a Razão de Ser de Tudo há 12 horas

Deus não criou todas as coisas para depois intentar formar uma Igreja. Ao...
kuryos Artigos 16


ETERNAL (rondó) há 1 dia

ETERNAL (rondó) Não o poeta, sim a poesia Em cada verso haveria- De ...
ricardoc Poesias 8