(in)Expressando o amor

20 de Setembro de 2012 Jey Leonardo Pensamentos 538

Eis-me aqui, vivo e despedaçado. Pronto para mais uma vez tentar relatar o inarrável procrastinar que vai, volta e não me abandona; que tem morada certa; que está prontamente a minha disposição em toda e qualquer estação do ano.
É uma cicatriz que não se fecha. Uma boca que não abre um sorriso. Olhos que não dormem. Um cérebro que jamais descansara. Um corpo inerte em movimento. Um coração que não mais possui seu próprio coração.
Sentimentos ao avesso e estonteantemente confusos.
Com ironia vos certifico que tudo isso, singelamente, é mais uma falha tentativa de expressar o amor.


Leia também
LUTA ARMADA há 8 horas

LUTA ARMADA Aqueles tidos como imprescindíveis Pelo afã de lutar toda...
ricardoc Sonetos 4


Paz Celestial há 18 horas

Paz na alma é muito mais Do que paz de mente... pois passa desta par...
kuryos Artigos 11


Poema Rosa Para um Dia de Sol há 1 dia

A Rosa Emília A Rosa que an...
a_j_cardiais Poesias 55


Poema Suado há 1 dia

Estou num deserto de inspiração... Nada passa por aqui... Nem ladrão. ...
a_j_cardiais Poesias 44


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 3 há 2 dias

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 19


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 2 há 2 dias

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 12