Gentil Loucura

23 de Março de 2013 Lorrana Pensamentos 466

Lembra do dia no qual nos conhecemos? Você simplesmente estava lá, ao meu lado, sorrindo como um gato manhoso, que só quer tomar seu leite e tirar uma soneca.
Lembra daqueles dias em outrora em que brincávamos na chuva? Os dias que passamos em agonia, outros que vivíamos cheios de alegria.
Lembra de como os meus cabelos combinava com os seus? E quando se entrelaçavam, surgia a perfeita tonalidade do amor.
Lembra dos dias que passamos nos campos floridos?Do toque da grama, do vento nos cabelos e as promessas de amor?
Lembra do dia em que nos separamos? estava chovendo, e trovoadas ecoavam em minha mente.
Lembra dos primeiros remédios? Foi quando você começava a sumir, mas ainda visitava-me de vez em quando.
Depois de certo tempo você desapareceu ao inverso que a dosagem aumentava.Me chamava de louca e eu repetia o seu nome em voz alta, nas noites que me via só.
Lembra de como você nunca mais apareceu?E eu quase não sentia mais a sua falta.
Lembrei que eras apenas uma ilusão de tentar fazer você lembrar, de tentar fazer você existir.


Leia também
CICATRIZES há 3 horas

CICATRIZES Não se vive essa vida impunemente... Todo mundo, mais dia m...
ricardoc Sonetos 4


" Amar é" há 14 horas

Amar e como voar, no mais azul dos céus. É sentir a sensaçao de estar n...
joaodasneves Poesias 9


PAU DE FITAS há 18 horas

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 8


Falta de Amor ao Próximo há 23 horas

A razão de viver é amar... Mas a maioria das pessoas vive o amor ao din...
a_j_cardiais Poesias 42


Amor a Deus x Amor ao Mundo há 1 dia

Nos dias do autor não havia automóveis como os luxuosos que existem em no...
kuryos Artigos 8


A Origem e a Razão de Ser de Tudo há 1 dia

Deus não criou todas as coisas para depois intentar formar uma Igreja. Ao...
kuryos Artigos 16