- "Ame teu próximo (...)"
Intriga-me, sobremaneira, que a tal frase tenha sido tão reproduzida em vão em quase dois milênios cristãos.
É ainda mais intrigante, que todos os que a pronunciam, diversas vezes na vida, não compreendem a amplidão das palavras de seu Autor. A questão é que, quando a disse, o Autor fez absoluta questão de tomar atitudes que traduzem sua frase para os seguintes dizeres:
"FAÇAM COMO EU!"