Atravessando por varias noites...
Sonhos congelados e lágrimas contidas.
Magoe-me você não será o único.
Perdoe-me nem mesmo os anjos aceitaram o meu perdão.
Ame-me eu não posso amar ninguém, mais eu me odeio também.
Eu ainda ainda não vejo o fim após caminhar até aqui...
Carregando junto, as memórias do passado.
Mais uma vez, em algum lugar alguém ira chorar...
Para poder continuar vivendo com um sorriso frio no rosto.
Uma personalidade sem escrúpulos, mais á quem não queira enxergar isso.
Com que dor este corpo será marcado?
Eu procuro por essa resposta...

~ Richard Araújo.