Um pensamento me retoma a imagem de uma estrada, nela não a promessas de felicidade em um dia ou em um ano mais devo seguir, certo? É engraçado como nos acorrentamos a coisas na mente, como temos medo, como nós realmente nos prendemos a ele, é engraçado como nos apaixonamos nessa estrada e numa mesma pista onde todo medo era sua fonte de fugir se torna seu motivo pra arriscar o 'dar errado' mais e se der certo… o se. A possibilidade que move nossas escolhas, e nessa estrada de incertezas, de medo, de lembranças temos que aprender que o caminho continua. Se apaixone, sinta falta, envie luz e amor. E todas as vezes que lembrar de tal pessoa só caminhe de preferência sempre em frente, porque caminhos se encontram, pessoas também, porque felicidade aparece, porque essa estrada é seu medo … e também sua fonte de amor.