Ninguém pode impedir este suicídio

31 de Outubro de 2013 johanssoneves Pensamentos 292

Você está aqui ?
Não acho que não! De forma alguma,
Então porque sinto sua presença aqui?
De todas as formas, feitas e desfeitas,
Tentei arrancar esse sentimento de meu peito, (E aonde eu cheguei?)
Neste deserto, quente,
Em que a areia derrete minha pele,
Manchando a porra do deserto de sangue,
Eu apenas desejo morrer sozinho aqui.

Quantas vezes compartilhei meu sorriso com você,
E agora compartilho com quem, com o que? (com o nada),
Por que me deixastes, tão acabado, (tão triste),
(Apenas me diga por favor).

Você era a pessoa mais importante,
(Você era a única em minha vida),
(Você era...),
Você era tudo para mim,
Em dias simples de sol, você enforcava toda energia negativa,
Transformando aquele simples dia, em um verdadeiro dia.
Você é a única em minha vida,
(Você era...).

O que é está dor? que eu sinto todo dia,
Toda hora, a cada segundo, a cada milésimo?
Isto poderá me matar?
(poderá...),
Esta aurora que eu vejo, é real?
Você está nela?
(Eu lhe vejo nela).

Por que não consigo mais sonhar com você?
(Como antes),
Olho pela janela todos os dias,
E sempre vejo você,
Seria normal meu coração disparar tão rápido?
Mesmo sabendo que aquilo não é real?
(Seria normal?),
(Espero que sim, isto pode significar algo).

E esta dor que sinto!
(Não sei por quanto tempo aguentarei mais).

Eu tentei, juro que tentei, apagar isso da minha mente,
(mas é impossível...),
Eu sou tão culpado por você não estar aqui?
(Por Favor me perdoe),
(Apenas me perdoe).

Será que você conseguiria impedir este suicídio ?
(será que tudo isso acabará?).

Você disse para mim em meus braços, naquele dia,
Para eu não me culpar, e seguir minha vida...
(Como pôde ser tão egoísta?),
Eu juro que tentei, juro ...
Mas não consigo esquecer a luz daquele caminhão vindo,
Enquanto riamos relembrando os momentos daquela divertida noite.

O que é essa dor?
Que me faz lembrar...
De você em meus braços,
Com a respiração fraca,
Deixando-me quente,
Com seu sangue escorrendo, sobre minha barriga,
Você chorando e ao mesmo tempo rindo para mim,
Apertando forte meu braço,
Tentando me abraçar e não conseguindo,
Sua voz rouca, quase não saindo,
Dizendo para mim não me culpar, seguir minha vida...
(e que me amava mais que tudo nesse mundo),
Minhas lágrimas caiam descontroladamente,
Se misturando ás suas,
Até que todos aqueles estilhaços no chão,
Faziam-me sangrar junto com você,
E toda aquela chama me cegava,
Impedindo-me de ver você viva pela ultima vez ...
(Por que apenas eu estou aqui? se eu sou o culpado de tudo, perdoe-me por favor).

Eu tentei (Juro que tentei),
Mas nada poderá impedir este suicídio.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
ACONTECIMENTOS há 6 horas

ACONTECIMENTOS Em face das recentes desventuras, Que tenho atravessado...
ricardoc Sonetos 9


Cultivando Observações 2 há 15 horas

Vivo colhendo frutos, que a sociedade não se importa. Minha vida é uma ...
a_j_cardiais Poesias 26


Conflito Interno há 15 horas

Está tudo aí para eu escolher sobre o que escrever... Existe um vazio d...
a_j_cardiais Acrósticos 24


Grito Escandaloso há 15 horas

Tirem o martelo do meu caminho... Meu juízo é perfeito apesar do defeit...
a_j_cardiais Acrósticos 27


Bom dia! há 16 horas

"Um bom dia ajuda a motivar a vida das pessoas e acima de tudo, um bom dia ...
anjoeros Artigos 8


Tudo o que agora me desfaz. há 18 horas

Cheio de um pleno vazio sobrenatural! Uma saudade não tida em outros carn...
elisergio Sonetos 11