Desisto

23 de Julho de 2011 BeMine Pensamentos 521

A possibilidade de nadar contra a corrente me afoga.
És um rio violento que me arrasta com tuas águas e lança-me no mar
e eu como tão pequeno que sou diante do teu furor,
esqueço-me de lutar e sou tragado para o teu ventre.

Lá desacordado,
já não sei quem sou,
se rio
ou seja lá quem for.

Quisera eu ser o mar,
Pois me levantaria em tormenta sobre ti.
Mas,
como não sou,
me entrego.

E mais uma vez segue vitorioso sobre mim,
Um pobre pássaro que admira em ti o reflexo de minha alegria.


Leia também
Vem me dominar... há 2 horas

Adoro me sentir dominado por você! Sentir-me teu objeto amado,desejado e ...
anjoeros Poesias 7


Seduza-me... há 3 horas

Vem tirar minha toalha, vem me ensaboar por completo, me seduza,engula,de...
anjoeros Poesias 6


Minha satisfação é a tua satisfação há 3 horas

QUISERA PODER LER TUA MENTE...SABER O QUE POSSO FAZER PARA TE SATISFAZER E ...
anjoeros Poesias 6


Doce invasão... há 3 horas

ME DEIXA INVADIR TUA CASA, TUA VIDA! ME DEIXA SER PARTE DE TI... ME DEIX...
anjoeros Poesias 6


# Muitas coisas sobre o tesão... há 3 horas

Todo mundo usa exaustivamente essa expressão que já virou lugar comum: te...
anjoeros Artigos 7


A ARVORE MALIGNA há 3 horas

Durante muitos anos venho me deparando com problemas nas famílias cri...
claviojj Crônicas 7