Os interesses das classes dominantes, de cunho

econômico e social e social, prevaleceram, e prevalecem, acima da dignidade

humana. A transformação dos meios de produção em fomento ao capitalismo trouxe

relações de trabalho anetemáticas deixando incertezas no que diz respeito ao

futuro nas relações sociais na globalização.