Sonhei que adormeci debruçado em teus braços
Quando acordei percebi teus olhos fitos em mim 
No entardecer quero te encontrar novamente
E lembrar como é doce pronunciar teu nome

Meu corpo precisa dançar com o seu
Entre aqui e espalhe seu perfume
Por que meus ossos estremecem com seu toque?

Eu posso brincar de misturar o tempo
Sei que posso

Prezando cada junção, cada estação, cada
sorriso