1 Mês, exatos 31 dias,
aproximadamente 744 horas sem você, 44640 minutos de angustia, saudade e
dor. Como aceitar? Não consigo entender, por que você? Por quê? Não faz
muito sentido eu sei, mas queria deixar registrada minha dor, na
verdade quero jogar nessa folha toda a minha dor, quero esquecer o quão
torturante tem sido, e escrever sempre me ajudou a aliviar a dor, mas
ultimamente não resolve muito. Meus olhos já estão marejados, enxergar é
quase impossível, a vontade de gritar é quase incontrolável, eu só
queria você aqui sabe, queria sentir seu cheiro, me aconchegar no seu
abraço, te beijar pela ultima vez, queria dizer adeus, me despedir de
você da forma correta, mas nem eu nem você sabíamos que você estava
prestes a partir, dizem que quando alguém tem câncer estamos mais
“preparados” para a partida dessa pessoa, hoje afirmo com certeza,
MENTIRA, eu nunca estive “preparada” para a sua partida, nem por um
instante, na minha cabeça, estaríamos juntos para todo o sempre, até
mesmo quando terminamos continuei acreditando que nos amaríamos para
sempre, que voltaríamos a ficar junto novamente, em partes isso era
verdade, a gente vivia juntos mesmo quando separados, nunca conseguimos
apagar totalmente a memoria um do outro, a memoria dos momentos juntos. E
agora, bem agora a memoria é só minha, a dor é só minha, a saudade é só
minha, antes você estava comigo para me salvar desses sentimentos, era
você quem me animava, quem me fazia sorrir, mas você não pode estar
aqui, só quero te lembrar o quanto te amei, e o quão importante você
ainda é para mim.