Cocaína

01 de Janeiro de 2014 Pierre Souza e Lima Pensamentos 431

E forte e desce queimando e junto com a ardência vem o alivio de se esquecer que existe um mundo onde impera a dor e o sofrimento. Cada vez que me perdi nesse mundo novo foi algo que descobri. As lagrimas e as mãos em movimento traçavam o desenho que seria a minha ultima tentativa de ter você.

Não te culpo por eu estar nesse estado, te culpo por não dizer que faltava amor.

 O cheiro de giz de cera enganava minha mente com quem tenta puxar alguém de um lago fundo, normalmente eu não teria me envolvido com nada disso, mas estou em abstinência da pior droga o amor, o que encontrei para ficar no lugar foi passageiro e é barato, nem se quer perto do amor chega.

Mas minha mente não suporta mais abstinência.

Não mais.

Eu preciso de só um pouco mais.

prometo ser a ultima vez.

Eu consigo parar eu juro.

Prometo não exagerar.

Até porque overdose de amor é para quem não tem o que perder.

Me de mais uma carreira de cocaína  um copo de conhaque e um pouco de nicotina, que esqueço você por 15 segundos, depois o que resta são lagrimas.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Janela Para o Amor há menos de 1 hora

Abra sua janela para o Amor... Não o amor de um só. O Amor de um sol, ...
a_j_cardiais Poesias 23


Desconstruções há 1 hora

Minha vida muitas vezes fica tão distante dos meus poemas... Quando as c...
a_j_cardiais Poesias 21


"Amiga cadeirante" há 1 hora

Vi alguém que me fez chorar, Enquanto eu passeava a beirinha mar, Ela ar...
joaodasneves Homenagens 5


"A felicidade és tu" há 2 horas

Nada mais bonito Que olhar as estrelas E ver-te a Ti Sentir a brisa da n...
joaodasneves Poesias 5


"Adoraria" há 9 horas

Eu adoraria mesmo era saber! Se realmente não sentes mesmo nada? Se não...
joaodasneves Poesias 8


"Teolenny" há 20 horas

Tu um dia foste meu amor. Eu te amei como nunca tinha amado. Onde juntos ...
joaodasneves Acrósticos 6