Pode chamar de exagero a minha mania de pedir desculpas por tudo e sempre me certificar de que não restaram,mesmo que resquícios, de mágoa, das palavras tolas que costumo pronunciar. É que tenho medo de que essas pequenas rachaduras que possam se formar entre nós façam um dia ruir o que levamos tanto tempo para erigir juntos.