Semana passada e na outra antes dela. E em todas as outras, enfim. Eu não parei de pensar em ti, sabia? É complicado, é doloroso, é prazeroso, é tenebroso, é ardiloso. Não sei ao certo definir, talvez, pensar em você seja uma daquelas coisas sem definição certa. Como o amor ou os sonhos. Sei que eram sobre você e em como não consigo te esquecer…