Os pensamentos e os movimentos são motivos de guerra para um poeta, a qual seu único poder de combate são suas palavras.