Quase sempre nos fingimos de forte, de indestrutíveis, mostramos uma força que, por vezes, não temos, mostramos ao mundo uma verdadeira armadura indestrutível, nos mostramos uma verdadeira muralha da China, mas sabemos que não passamos de um muro mal acabado.