O garoto Charlie não viajou o mundo todo. Perdeu seu tempo viajando em sua cabeça. Isso o fazia bem, mas não deixava de ser ruim. A liberdade de um ser não pode estar apenas nele. A liberdade está nos outros.