“E eu estou aqui, do mesmo jeito que estava quando
você me abandonou. Ainda estou tentando entender onde foi que eu errei.
Algumas pessoas me dizem que errei quando fiz tudo por você, mas
acredito que não foi isso. Enfim, isso já não importa mais… Só quero que
saiba que ainda estou aqui, no mesmo sofá, na mesma casa dobrando a
esquina sem trocar as cortina vermelhas que você adorava e ouvindo
aquela canção que você sempre repetia e dizia que tinha cara de saudade.
Agora eu entendo essa canção, com aperto no peito e lágrimas que
insistem em borrar minha maquiagem. Mas lembre-se,estou aqui te
esperando… Sempre estive.”