Descanso

25 de Junho de 2014 Pr CJJacinto Poesias 210

Escrevo uma carta a aurora que vem



Revestida de luz e iluminando



O caminho que prossigo firme



Em subidas ingremes andando


Envio palavras a 
agradecer



A luz que alimenta o esperar



Pois no palco desse amanhecer



Augusta, minha alma passará


Eu vou nessa luz passageira



Atravessando noites inteiras



Na humilde luz de um luar


Quero a jornada prosseguir



Nos lugares elevados vou subir



Onde minha alma possa desacansar



Leia também
ETERNAL (rondó) há 1 hora

ETERNAL (rondó) Não o poeta, sim a poesia Em cada verso haveria- De ...
ricardoc Poesias 5


Sintomático há 6 horas

Divagando pela favela, penso nela olhando a aquarela do sol se pondo. ...
a_j_cardiais Sonetos 26


"Minha humilde casinha" há 2 dias

Tenho na minha casa Quatro cadeiras e um colchão Uma mesa, e roupas pelo...
joaodasneves Poesias 18


Se Poema For Oração há 2 dias

Senhor, este poeta perdido vem Vos fazer um pedido: dai-me Vossa paz. ...
a_j_cardiais Poesias 66


"Bailei com a solidão" há 2 dias

"Bailei com a solidão" A beira do mar espero a Solidão E escuto ja o ...
joaodasneves Acrósticos 16


Perseverar Até o Fim – Parte 1 há 2 dias

Por Charles H. Spurgeon (1834-1892) Traduzido, Adaptado e Editado por Si...
kuryos Artigos 31