Soneto do Homem Errado

04 de Julho de 2014 Leonardo Koury Poesias 222

Quando temos algum desentendimento

E tudo exato nada mais se explica.

Percebendo que desculpa justifica

A dor do erro e o triste lamento.



Digo que só existe no meu pensamento

A vontade de lhe ter e você implica

Que quer provas de amor, mas fica

Voltando nos problemas, oh tormento.



Poderia viver sem as brigas e o eterno

Momento de sempre ter de justificar

As coisas que sinto, mas não tem saída.



Mesmo com a razão, ou erro fraterno

Digo que estou errado, pelo tanto amar

Que adianta certo estar e te perder querida.


Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
" Amar é" há 2 horas

Amar e como voar, no mais azul dos céus. É sentir a sensaçao de estar n...
joaodasneves Poesias 4


PAU DE FITAS há 7 horas

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 4


PAU DE FITAS há 7 horas

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 3


Falta de Amor ao Próximo há 11 horas

A razão de viver é amar... Mas a maioria das pessoas vive o amor ao din...
a_j_cardiais Poesias 32


Amor a Deus x Amor ao Mundo há 12 horas

Nos dias do autor não havia automóveis como os luxuosos que existem em no...
kuryos Artigos 8


A Origem e a Razão de Ser de Tudo há 17 horas

Deus não criou todas as coisas para depois intentar formar uma Igreja. Ao...
kuryos Artigos 16