Amor de Delfos

21 de Agosto de 2011 Rafael Otávio Modolo Poesias 636

Ninfa, o que dar-te?
O que fazer-te?
O que trazer por meu amor,
Para que me ames com ardor?

Busco para ti o nobre véu,
Dos ombros de Atlas, o céu,
Firo o leão de Neméia,
Imploro abrigo à Reia,
Farto-me de Amalteia,
Refaço a Odisseia!

Mas, por Apolo, que adianta o Olímpo eu curvar,
Se tens na terra teu querer?
Como posso em divino te amar,
Se preferes fugaz prazer?




____________________________________________

SIGA-ME: @RafaBotty
____________________________________________

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Bendito Amor Eterno há 9 horas

Quando pensamos que Jesus disse que todo aquele que lhe foi dado pelo Pai, ...
kuryos Artigos 6


"Vendo" há 11 horas

Hoje vendo um corpo sem alma, e um extrovertido coração partido, uma ...
joaodasneves Acrósticos 6


"Te amo vinho tinto" há 14 horas

Tu meu querido vinho tinto, és e serás a minha inspiração, Ter o cop...
joaodasneves Poesias 7


Gradeados há 14 horas

O céu está logo ali, depois dessa janela enjaulada... Meu amor é qua...
a_j_cardiais Poesias 48


Vida Artística há 14 horas

Não quero viver ao Deus dará... Sei que aqui, em se plantando tudo dá....
a_j_cardiais Poesias 38


"Eu sou boémio" há 14 horas

Eu em criança já era rebelde e um pouco vadio. Usufruía da noite, mesm...
joaodasneves Acrósticos 4