Meu bem, os meus lençóis ainda estão impregnados do teu perfume.
Meu corpo ainda implora pelo teu.
A noite ainda chamo teu nome.
Embriago-me de vinho, buscando em nele o teu sabor
Mas não tem jeito, desisto, respiro e bebo esse amor.