“Fátima minha Fafá,

és  como uma rosa de pétala sedosa, perfumada dos aromas que partilhas num lindo botão

tão macia e tão suave em seu cair, num olhar de puro amor

Eternizo-te na memória se um dia de ti eu partir

De cada vez que passo junto de ti, sinto a fragrância e este aroma de amor infinito

Toco a sua  maciez da sua  pele  e corpo perenes num  gesto mágico e furtivo

de tê-la   em recordação e  guardar-te-ei para sempre .

Prendo-te nas nervuras deste poema, perpetuo-te

na memória de escrever sobre esta mulher maravilhosa , esposa ,amante, forte, guerreira

 que me ensina a cada dia que vivo com você , te... amo .......

 hoje, ontem e sempre estarás  em meu coração !”