"Envelheci anos em dias

De criança, tornei-me mulher idealizada.

Mas não se engane, a inocência ainda habita em mim

Não me equilibro em salto alto, ando por aí descalça.

Já tentei adaptar-me aos outros

Já busquei em mim qualquer semelhança

Mas volto a dizer, sou livre

Não sigo outros ritmos, tenho a minha dança."