NINGUÉM MAIS.


Ninguém mais dança: balança o esqueleto.

Ninguém mais conversa: chat.... eia!

Ninguém mais apaga a letra: deleta.

Ninguém mais tem bicicleta: tem bike.

Ninguém mais faz amor:transa


Mas eu quero dançar, fazer amor, conversar!!! Andar de bicicleta!!!


Poema do Barão de Pindaré Júnior