Poema Sem

22 de Agosto de 2014 A.J. Cardiais Poesias 230

Não gosto do poema técnico.
Gosto do poema sentimento;
da dissertação do momento
que o poeta passa,
embaralhando-se pela vida.

Não gosto do poema mente.
Gosto do poema alma.
Gosto do momento
que um poema acalma,
acendendo uma luz
para o desconhecimento.

Gosto do poema nuvem,
que faz o povo olhar para o céu.
Gosto do poema vento,
porque refresca a mente do povo,
mesmo por um momento.

Não gosto do poema forçado.
Desses que é obrigado
a conhecer sobre “estrutura”.
Gosto do poema sem altura,
sem largura e sem censura.

A.J. Cardiais
15.11.2013

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
"Posso ser o poema" há 2 horas

Barcos que navegam, ao luar, as imensas ondas do mar até as nuvens lá n...
joaodasneves Poesias 4


"Vi em ti" há 10 horas

Em ti eu vi o sol, o mar senti o vento aprendi a viver, soltei o sentime...
joaodasneves Poesias 5


"Tenho" há 11 horas

Tenho amor para dar Paixão para receber Sei perdoar, mas não posso esq...
joaodasneves Poesias 8


"Queria ser o mar" há 11 horas

Queria tanto ser o mar Te abraçar com as minhas ondas Te desejar na arei...
joaodasneves Poesias 6


"Coração chora" há 15 horas

Ouço vento, as trovoadas estão-se a aproximar raios de sol a queimar a m...
joaodasneves Poesias 6


Dor e Reflexão há 1 dia

A dor que nos vem, e que achamos que é do nada, às vezes é do além. ...
a_j_cardiais Poesias 45