No território que habito
Você impera e governa com soberania
Não há universos paralelos. Não há!!

Refém de seu poder
Vivo dominada
Navegando pelas regiões mais secretas desse mundo de luxúrias

Minhas fronteiras são
violadas, invadidas e delineadas
Pelo controle ostensivo e excitante
Que só você exerce sobre mim

Estou completamente entregue
Rendida pela habilidade impressionante
que você tem de me levar
a outras dimensões do prazer...