Talvez eu seja louca ou talvez seja como você

28 de Agosto de 2014 professor Poesias 533


Toda noite eu morro

Para poder voar ao seu lado

Mas toda manhã Deus me faz renascer

Sem as asas que você me prometeu

Você prometeu...

Você prometeu!

Anjo de asas pesadas

Descanse aqui junto a mim...

Eu me perco me esqueço e me encontro outra vez

Eu me vingo, destruo e perdôo o mal que ninguém jamais me fez

Você prometeu...



Não espero que você entenda o que eu quero dizer

Talvez eu seja louca ou talvez seja como você

Mas nada disso importa,

No final tudo vai dar certo

...e eu mesmo entendo mas hoje eu me sinto bem

Lembrando de você

Lembrando de você

-eu me sinto bem...




(Khorus)




Menina Ruiva

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
LUTA ARMADA há 8 horas

LUTA ARMADA Aqueles tidos como imprescindíveis Pelo afã de lutar toda...
ricardoc Sonetos 4


Paz Celestial há 19 horas

Paz na alma é muito mais Do que paz de mente... pois passa desta par...
kuryos Artigos 11


Poema Rosa Para um Dia de Sol há 1 dia

A Rosa Emília A Rosa que an...
a_j_cardiais Poesias 55


Poema Suado há 1 dia

Estou num deserto de inspiração... Nada passa por aqui... Nem ladrão. ...
a_j_cardiais Poesias 44


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 3 há 2 dias

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 19


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 2 há 2 dias

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 12