Escute a correnteza
(de William Adriano)

Escute atentamente o som da leve correnteza
E tente perceber então o que ela diz pra você
Silencie as batalhas da alma pouco a pouco
Abra enfim os olhos do coração lentamente

Veja a perfeição da complexidade latente
Do impreciso que nos confunde a mente
Do rio que te leva
Da paz que te arrebata

Cale-se pra reconhecer o sentido do silêncio
Cancele as tormentas das febres inconstantes
Das incógnitas submersas no torpor da ignorância
Da nudez desvelada da alma que anseia por paixões

Aceite humildemente os sinais que lhe foram revelados
Num imperceptível suspiro contemplativo se entregue:
Aos desígnios do incompreensível
À direção oculta do incognoscível


http://canticospelapaz.blogspot.com/
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.