Escute a correnteza

06 de Setembro de 2011 William Adriano Poesias 405

Escute a correnteza
(de William Adriano)

Escute atentamente o som da leve correnteza
E tente perceber então o que ela diz pra você
Silencie as batalhas da alma pouco a pouco
Abra enfim os olhos do coração lentamente

Veja a perfeição da complexidade latente
Do impreciso que nos confunde a mente
Do rio que te leva
Da paz que te arrebata

Cale-se pra reconhecer o sentido do silêncio
Cancele as tormentas das febres inconstantes
Das incógnitas submersas no torpor da ignorância
Da nudez desvelada da alma que anseia por paixões

Aceite humildemente os sinais que lhe foram revelados
Num imperceptível suspiro contemplativo se entregue:
Aos desígnios do incompreensível
À direção oculta do incognoscível


//canticospelapaz.blogspot.com/
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Obedecendo o Vento há 9 horas

As folhas caem, e eu quero falar sobre isso, sem me preocupar com o feiti...
a_j_cardiais Poesias 26


"Verão na Europa" há 11 horas

Hoje começou o verão Mas todos os dias, são dias de verão O verão na...
joaodasneves Poesias 5


"Maria Emília" há 13 horas

Meu amor Antes de tu nasceres Raramente eu pensava em ti Iria com o pass...
joaodasneves Acrósticos 7


"Sou" há 14 horas

Sou o livro sem palavras Sou a historia por contar Sou o céu sem estre...
joaodasneves Acrósticos 7


"Livro sem letras" há 16 horas

Meus livros já estão sem letras Meu papel sem cor Com a caneta vazia Q...
joaodasneves Poesias 8


Amor há 18 horas

Quando Jesus diz que aquele que o ama é quem guarda os seus mandamentos, o...
kuryos Acrósticos 8