Nada é imperdoável.....

02 de Setembro de 2014 professor Poesias 314

Eu te amo no meu silêncio

Eu te amo tanto,

tanto tanto que chega a machucar minha alma.

Talvez você nunca irá me perdoar por te amar,

Por tentar de novo.

Mas todo esse seu silêncio,

Deve ser ouvido.

Quem eu era tentando te proteger da guerra?

Quem eu era tentando te proteger de você mesmo?

Aqui estou, deixado e sozinho no escuro.

Você pode ter desistido de tudo,

E ter me deixado para trás.

Mas de você eu não desisto!!!


Jean Lacerda


Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Lembra? há 3 dias

Quando o tempo nós pertencia dia e noite não existiam? Quando ainda...
enidesantos Poesias 21


Principio há 3 dias

Toda a humanidade repelida da perfeição Privada da perspectiva da ...
enidesantos Poesias 15


Viandar há 3 dias

Viver e caminhar eu gosto de tudo que a vida me da Gosto de viver e ...
enidesantos Poesias 13


Fluxo do tempo. há 3 dias

Boca devoradora do tempo que tudo vai apagando varrendo da vida todo o en...
enidesantos Poesias 16


Sou há 3 dias

o que quero e onde quero Meu palco é a vida Dela faço brotar o pr...
enidesantos Poesias 16


Ame...! há 3 dias

Apenas ame Não se infecte de amor Infecte-se de vida Queira vida D...
enidesantos Poesias 13