O medo da escuridão
O medo do frio
O medo do abandono
O medo da dor
O medo de tudo
O medo do nada

O pessimismo persegue
O medo se contenta
A vida apenas espera
A sua hora de se livrar do medo
A fuga, a fuga do medo
No aconchego do amor
Onde está o sentimento?

Para aonde foi o medo?
Onde está o coração que um dia foi ferido?
Pobre coração que ainda lamenta!
Dias a fio, noites em claro
Para aonde eu vou, ninguém sabe
Mas, o meu destino, quem sabe...!?