Apenas um instante

09 de Setembro de 2011 William Adriano Poesias 507

Apenas um instante
(de William Adriano)

E que as lágrimas durem apenas um instante
Pois elas não foram feitas pra ficarem guardadas
Tudo é manifesto, tudo flui e tem vida interior

E que as tristezas da vida sejam suportadas
Com a maestria do molejo da sensibilidade
E que nos sirvam de lição cada uma das cicatrizes

Cada olhar omisso se abra como uma flor
Cada palavra rude se desfaça num abraço
E que cada dor seja vencida pela paciência

No tempo certo
Tudo há de se revelar

As lágrimas secarão
Os olhos começarão a ver
E os pés descansarão

Os sonhos do porvir finalmente se manifestarão
E a alegria nascerá com os primeiros raios do sol


//canticospelapaz.blogspot.com/
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Minha essência é a eternidade. há menos de 1 hora

Manhã cinza dia tão estranho e ruim, Paira no ar uma sensação de fraca...
elisergio Sonetos 5


LAMPEJOS há 1 hora

LAMPEJOS Eu pouco a pouco volto à realidade. Ao acordar, lamento antes...
ricardoc Sonetos 4


Deixe Esse Amor Crescer há 16 horas

Deixe esse amor crescer... Ele está brotando em um coração árido. De...
a_j_cardiais Sonetos 32


Ás palavras não são mais meu legado. há 17 horas

Fiz-me silenciar por que te perdi! Tu me revogara a licença concedida, D...
elisergio Sonetos 7


Não há o que comemorar. há 17 horas

Não há de fato o que comemorar! A virgem do sertão não é independente...
elisergio Sonetos 6


A vida depois daqui! há 17 horas

Ver que a morte não é o fim, é o início! Disse-me com amor chamando de...
elisergio Sonetos 6