E a chuva não veio...

11 de Setembro de 2011 Odairjsilva Poesias 495

Fiquei até altas horas acordado
O calor sufocava minha alma
Os pensamentos sobrevoavam minha mente
No silencio da madrugada acabou-se minha calma.

Desejei ouvir o barulho da chuva
Que pudesse a terra seca molhar
Fechava os olhos na esperança de dormir
E, para sempre, esquecer o seu olhar.

O vento balançava as folhas das árvores lá fora
E levava com ele a minha ilusão
O amor que sufoca meu peito
É um sentimento preso ao coração.

Como a terra sedenta deseja
A chuva fria que possa dar-lhe alento
Meu coração sonha com seu amor
Que pode amenizar esse sofrimento.

Mas, a chuva não chegou nesta noite,
E o dia raiou mais uma vez na sequidão
Por não conseguir te esquecer
Seguirei carregando comigo essa paixão.

//odairpoetacacerense.blogspot.com

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
" Amar é" há menos de 1 hora

Amar e como voar, no mais azul dos céus. É sentir a sensaçao de estar n...
joaodasneves Poesias 4


PAU DE FITAS há 5 horas

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 4


PAU DE FITAS há 5 horas

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 3


Falta de Amor ao Próximo há 10 horas

A razão de viver é amar... Mas a maioria das pessoas vive o amor ao din...
a_j_cardiais Poesias 31


Amor a Deus x Amor ao Mundo há 10 horas

Nos dias do autor não havia automóveis como os luxuosos que existem em no...
kuryos Artigos 8


A Origem e a Razão de Ser de Tudo há 15 horas

Deus não criou todas as coisas para depois intentar formar uma Igreja. Ao...
kuryos Artigos 16